#ficadica 15set

Efeito sanfona: saiba o que é e como evitar

Postado por Marcela Paim

Você provavelmente já ouviu falar do famoso emagrece e engorda, conhecido popularmente como o efeito sanfona. Esse é, sem dúvidas, o inimigo número um de quem está buscando alternativas para reduzir os números na balança.

Mas, por mais que você se programe para fazer uma reeducação alimentar, é preciso compreender a complexidade do seu corpo. Afinal, ele precisa de tempo para se adaptar à sua nova rotina de alimentação.

Quer entender o que é o efeito sanfona e saber como evitá-lo? Continue a leitura!

efeito-sanfona

Mas, afinal, o que é o efeito sanfona?

Parece clichê afirmar que o corpo humano é uma máquina muito específica, mas trata-se, sobretudo, de uma verdade. O efeito sanfona também é um processo de proteção da integridade do organismo.

Quando uma pessoa começa a fazer uma dieta excessivamente restritiva, o corpo reage ao emagrecimento rápido, diminuindo a velocidade do seu metabolismo para reduzir o gasto energético. Assim, quando a dieta é concluída e a alimentação deixa de ser restritiva, o corpo ainda está lento, porque fez essa adaptação como defesa. Por isso, o ganho de peso é mais acelerado.

Então, se você não está tranquilo com a balança e quer emagrecer com qualidade de vida, precisa buscar meios de se desvencilhar do efeito sanfona, pois ele pode ocasionar flacidez, além de causar efeitos negativos à saúde de sua pele e cabelos.

efeito-sanfona

Como evitar o efeito sanfona?

Fuja das dietas radicais

O passo mais importante para não cair nas armadilhas do “emagrece/engorda” é não fazer dietas radicais. Sabe aquela dica de dieta da amiga, vizinha ou colega de trabalho que promete fazer você perder uma quantidade absurda de quilos no mês? Não faça! Geralmente, essas rotinas alimentares envolvem uma série de restrições e, junto com os quilos, você manda boa parte da sua saúde embora. Opte por procurar um atendimento especializado e faça uma reeducação alimentar.

Seja disciplinado

Outro ponto fundamental é ajudar seu corpo a entender e se adaptar à sua rotina de alimentação. Para isso, tenha horários definidos para as refeições, cumprindo-os à risca. Além do café da manhã, almoço e jantar, inclua pequenos lanches nos horários de intervalo para ajudar a manter o bom funcionamento do metabolismo, pois passar longas horas sem se alimentar faz com que o corpo economize energia e fique mais lento.

Escolha um dia para sair da rotina

Não há necessidade de cortar de uma vez o consumo de suas guloseimas preferidas. Isso só aumenta o risco de que você caia em tentação e coma tudo em um dia só. Que tal escolher um dia da semana para se permitir esses pequenos luxos? Pode ser uma recompensa pelo seu esforço com a reeducação alimentar.

Aposte em exercícios físicos e água

Dois aliados fundamentais na luta contra o efeito sanfona são o consumo de água e a prática de uma atividade física. O corpo precisa se movimentar e gastar as calorias que tentarem ficar estagnadas. Por isso, uma rotina de exercícios vai te ajudar e te trazer bem-estar.

Pense sempre em uma rotina de emagrecimento como uma busca pela satisfação pessoal e uma vida saudável. Fatores como dormir bem e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas também ajudam a evitar o efeito sanfona.

emagrecer-agua-exercicio

Gostou do post? Já passou por alguma experiência com o efeito sanfona? Conte a sua história. Deixe seu comentário!

Bjs, Marcela Paim